Birdman

Bom, nada mais justo do que falar um pouquinho do vencedor do Oscar de melhor filme. 

~alerta de spoiler~

O que eu gostei bastante no filme foi o fato dele trabalhar um assunto que todo ser humano precisa repensar. O nosso ego.  Segundo o budismo, o ego é como cisco nos olhos que, enquanto você não se livra dele, não pode ver nada claramente. E é basicamente isso que o filme retrata. Uma pessoa que vive nas sombras do sucesso do seu passado e cria em sua mente uma realidade paralela em que é extremamente poderoso. 

Além disso, o filme tem uma mise en scène bem trabalhosa, com a filmagem contínua de cada cena e cortes quase que imperceptíveis que conectam uma a outra, causando a impressão visual de que o filme foi gravado de uma vez e, claro, de que o espectador está inserido no filme.

Outra coisa que deixou o filme bem interessante foi a trilha sonora, que na maior parte do filme é percusiva (algo que é bem divertido, por mostrar em dois momentos o ator passando ao lado da bateria que está “tocando”), quase que uma música que toca constantemente na cabeça do protagonista nos fazendo meio que sentir o ritmo dos seus pensamentos.  

É um filme bem interessante apesar de eu não achar que merecesse o título de melhor filme. 

Mas é isso, espero que tenham gostado e não esqueçam de sempre assistir os filmes pra tirar suas próprias conclusões, que acho que são sempre muito pessoais e variáveis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s